Entangled Landing Points (2017)

Na rede global de infraestrutura de cabos submarinos, os pontos terminais são sítios precários,  passivos de serem afetados por atores locais, pelo ambiente que os circunda ou por ameaças de segurança. São, portanto, a partir de Nicole Starosielski, pontos de pressão em que microcirculações insignificantes podem possuir um alto impacto sobre a comunicação intercontinental oceânica, contestando a natureza livre de fricção da comunicação global. O artista busca estabelecer um vínculo fenomenológico com esse ambiente de transição da infraestrutura dos cabos submarinos, partindo dos pontos terminais em Fortaleza (Brasil), um importante nódulo na rede do Atlântico Sul Global e onde reside, para os pontos terminais em duas outras cidades com as quais Fortaleza está  conectada em rede e que se encontram em extremos opostos do Atlântico Sul: Sangano (Angola) e Salgar (Colômbia). 

 

In the global network of submarine cables infrastructure, landing points are precarious sites, passive of being affected by local actors, by the environment or by security threats. They are, therefore, following Nicole Starosielski, pressure points where insignificant microcirculations can pursue a high impact over intercontinental ocean communication, contesting the friction free nature of global communication. The artist looks to establish a phenomenological bond with this environment of transition of the submarine cables infrastructure, departing from landing points in Fortaleza (Brazil), the most important city in the network of the South Atlantic and where he lives, to landing points in two other cities with which Fortaleza is networked and that are in opposing extremes of the Equatorial South Atlantic: Sangano (Angola) and Barranquilla (Colombia).