Aula 06 - Escuta e som

Na nossa segunda semana, buscamos:

- Ampliar nosso repertório sobre som, aproximando-se da arte sonora.

O que nós vimos?

- Aspectos do pensamento de John Cage sobre o que é ser experimental ao se trabalhar com ruídos, som e música.

- Percursos capazes de nos introduzir à respostas para as seguintes perguntas:

- Pode o som ser exibido como um objeto artístico em uma galeria?

- A ideia de exibição de arte sonora não seria problemática para as artes visuais, considerando que o som é um fenômeno predominantemente efêmero e imaterial?

- O que é um objeto de arte sonora e o que define um objeto sonoro enquanto arte?

- O que é um evento sonoro? Como tal concepção se fundamenta na filosofia indiana?

.

Por onde passamos?

Luigi Russolo, Dadaísmo, Surrealismo, Fluxos, John Cage, Murray Schaffer, Willem de Kooning, Ulg Langheinrich e Kurt Hentschläger, Budhaditya Chattopadhyay.

Para termos contato com..

Definições de escuta e conceitos importantes, como o de objeto sonoro, paisagem sonora, evento sonoro. Também com a noção de ruído e como ela passa a importar para a música experimental de um modo que foi incorporado pelas artes visuais.  Também com o fato de que as artes visuais nem sempre soube o que fazer com artes não visuais, como a arte sonora, mas que os artistas visuais não devem ignorar a dimensão sonora da criação.

Observando que...

- Um aprofundamento conceitual e técnico sobre a questão do som demanda uma inteira disciplina ;)

.

Lista de links usados na videoaula:

(atualizando)