Artigos e Comunicações

TabitaRezaire-FieldsofInvisibility-SescS

ARTE PÓS-INTERNET E O OCEANO ANIMADO: ESFORÇOS DE DESCOLONIZAÇÃO DO PENSAMENTO E DAS INFRAESTRUTURAS MIDIÁTICAS NA MARÉ PROFUNDA.

A comunicação apresentou trechos da videoinstalação Na Maré Profunda de Tabita Rezaire, pondo-os em diálogo com autores de estudos de mídia e estudos pós-coloniais, suscitando discussões no entremeio ainda pouco usual entre infraestrutura, tecnologia, mídia, animismo e arte, atravessados por uma linha comum: epistemologia.

Palavras-chave: infraestrutura das mídias, epistemologia, arte, pós-internet

Apresentado no XXIII Encontro da SOCINE - Porto Alegre - 2019

Fotografia: Marcos Cinardi / Exposição Campos de Invisibilidade

THE REFUGEE MEMORIAL: OLHARES DA VIDEOARTE CONTEMPORÂNEA PARA A QUESTÃO DOS REFUGIADOS DESDE ARTISTAS BRASILEIROS E ALEMÃES.


The Refugee Memorial é uma coleção de videoarte fundada em 2015 pelo curador e mídia-artista alemão Wilfried Agrícola de Cologne, na ocasião do drama da crise internacional de refugiados. A coleção conta com 108 artistas participantes de 35 países e 4 edições lançadas tanto online quanto para circulação no
programa de festivais de videoarte no mundo.
A comunicação  fez um recorte de obras integrantes da coleção, especificamente obras feitas por artistas do Brasil e da Alemanha, pensando tanto as respostas formais e poéticas da imagem em movimento sobre o
tema, quanto colocando essas obras em diálogo com o pensamento sobre questões de deslocamento, exílio e diáspora a partir de teóricos como Vilém Flusser

 

PALAVRAS-CHAVE

Exílio, videoarte, Vilém Flusser.

Apresentado no III Congresso da Associação Brasileira de Estudos Germânicos - Niterói - 2019

refugee.jpg
Farm-PryorCreek_01.jpg

DA INVISIBILIDADE À MATERIALIDADE: VIDEOINSTALAÇÕES E DATA CENTERS.

                                                            

                                                             Resumo

O artigo visa apresentar e discutir aspectos de videoinstalações que convergem em um interesse por abordar infraestrutura das mídias como data centers e data farms, chamando atenção para materialidades e detalhes pouco visados em estudos de mídia e arte no contexto pós-digital. Ao lançar o olhar para trabalhos de artistas como Emma Charles, John Gerrard e Timo Arnall, espera-se destacar a importância da interseção entre arte e cinema para uma melhor compreensão do que é a rede.

 

PALAVRAS-CHAVE

Data centers, instalação, materialidade.

Apresentado no XXII Encontro da SOCINE - Goiânia - 2018

Fotografia: Blake Gowriluk registrando processo da obra Farm de John Gerrard

ARTE E INFRAESTRUTURA DA DIGITALIDADE: QUESTÕES MATERIAIS E EXPERIÊNCIAS COM IMAGINÁRIOS INFRAESTRUTURAIS.

                                                                 Resumo

Esse artigo tem a intenção de chamar atenção para abordagens artísticas sobre as questões de infraestrutura midiática e a significância dessa produção para as humanidades digitais. Citando trabalhos artísticos de terceiros e compartilhando minha própria produção de arte sobre o tema, tenho a intenção de destacar conceitos relacionados aos estudos críticos de infraestrutura, como o de imaginários infraestruturais, e apontar como tais abordagens podem afetar a percepção do digital, ao considerar a energia material que sustenta a digitalidade, assim como seus trabalhadores, geografias, vizinhos e as precariedades que a envolvem.

 

PALAVRAS-CHAVE

Arte, Infraestruturas Midiáticas, Materialidade, Imaginário.

Apresentado no I Congresso Internacional das Humanidades Digitais - Rio de Janeiro - 2018

pontos terminais.jpg
neighboring.jpg

DIGITAL (DES)COLONIAL: MATERIALIDADE E GEOPOLÍTICA DA DIGITALIDADE A PARTIR DA VÍDEOINSTALAÇÃO INFRAESTRUTURAS CIRCUNVIZINHAS.

                                                            

                                                             Resumo


Tem-se a intenção de dimensionar questões relacionadas à geopolítica da informação no sul global, com um foco nas relações entre África e América Latina, a partir da videoinstalação Infraestruturas Circunvizinhas, assim como de elementos e situações do seu percurso de criação. A videoinstalação ensejou um processo de interculturalidade entre jovens de escolas vizinhas às estações de cabos ópticos submarinos, promovendo trocas de videocartas entre Fortaleza (nordeste brasileiro) e Sangano (Bengo, Angola), além de entre Fortaleza e Salgar (caribe colombiano). As cidades estão conectadas com o Brasil por meio de cabos ópticos submarinos e através das videocartas os jovens refletem sobre os lugares onde vivem, como se relacionam com a Internet hoje e como a imaginam no futuro.

PALAVRAS-CHAVE

Descolonial, infraestrutura, digitalidade, arte,

Apresentado no II Seminário Internacional de Estudos Africanos e da Diáspora - Redenção  - 2018

NO COAL = NO DATA: POETIC BRIDGES BETWEEN INFRASTRUCTURE PROJECTS IN CEARÁ

                                                                 Resumo

The talk proposes to present two parallel developing art-research projects, drawing from references related to the critical media infrastructure studies, calling attention to two important infrastructure enterprises in Ceará state, related to coal based energy and data distribution.

 

PALAVRAS-CHAVE

Arte. Deslocamento. Carvão. Submarine Cables

Comunicação para o LASER TALKS - Art & Science Evening Rendez-Vous - Fortaleza - 2018

csm_09-Carvao-Campos-A_2916e0970d.jpg
carvao para seus olhos.jpg

NAS PEGADAS DO CARVÃO: PERFORMANDO UMA PAISAGEM DE CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL.

                                                            

                                                             Resumo

O artigo discute a abordagem poética da pesquisa/performance/videoinstalação Carvão Para Seus Olhos Tocarem em relação à paisagem, ressaltando estratégias para lidar com uma questão de contaminação ambiental que acontece nos fluxos de capital e materialidades entre o estado de La Guajira, no norte da Colômbia, e o Ceará, no nordeste brasileiro. Reflete-se sobre como se tomar vantagem das possibilidades postas pela performance como pesquisa e sua possível relação com tecnologias audiovisuais para dimensionar e promover o contato com paisagens marcadas por questões ambientais involucrando tanto ambientes quanto pessoas em meio a processos de deslocamento e contaminação.

PALAVRAS-CHAVE

Performance; Paisagem; Meio-ambiente

Apresentado no 27º Encontro da ANPAP - São Paulo -2018

CARVÃO PARA SEUS OLHOS TOCAREM: PROCESSO DE ARTE COM NARRATIVAS DE DESLOCAMENTO E FLUXO DE CARVÃO ABAIXO A LINHA EQUATORIAL.

                                                                 Resumo

O artigo busca contextualizar e promover uma espécie de contato com o carvão mineral que é encontrado na paisagem do Pecém, praia e distrito industrial do litoral do Ceará. O pó do carvão afeta o ambiente, os corpos e comunidades que vivem no entorno de indústrias da região. A partir dessa materialidade, apresentam-se as narrativas de deslocamento tanto de uma comunidade afetada no Brasil pelo pó do carvão quanto de uma comunidade em La Guajira, norte da Colômbia, lugar de onde o carvão encontrado no Ceará é extraído. As duas narrativas, conectadas por meio de um projeto de artes, evidenciam toda uma lógica de desenvolvimento industrial aplicada em países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos, situando fluxos econômicos no Sul Global que ensejam o Antropoceno.

 

PALAVRAS-CHAVE

Arte. Deslocamento. Carvão

Artigo publicado no Dossiê Diálogos do Antropoceno da Revista Climacom

esteira.jpg
coal.jpg

ECOLOGIA, MÁSCARA AUDIOVISUAL E O GESTO DE SE VIRAR UMA MÁSCARA AO CONTRÁRIO: REGIMES PERFORMATIVOS DA IMAGEM.

                                                            

                                                             Resumo

Objetiva pensar relações entre máscara audiovisual, ecologia e o gesto de se virar uma máscara ao contrário a partir de Eduardo Oliveira, conhecido pela sua proposição de uma filosofia da ancestralidade, e Vilém Flusser, filósofo tcheco-brasileiro com contribuição ampla e de suma importância para o pensamento sobre tecnologia,, mídia, aparatos e o corpo no contexto da contemporaneidade. Essas relações são situadas a partir da minha própria experiência, enquanto artista, de produzir máscaras audiovisuais para apresentação em performances.

PALAVRAS-CHAVE

Performance; Máscara; Flusser; Ecologia; Ancestralidade

Apresentado no Urgências da Arte - EFA - Encontro de Filosofia e Arte - Florianópolois, 2018.

EXPERIÊNCIAS HISTÓRICAS DE AUDIOVISUALIDADE COM MÚLTIPLAS TELAS/PROJEÇÕES: DA ABSORÇÃO A PROJEÇÃO, DA JANELA À MEMBRANA.

                                                                 Resumo

A presença de múltiplas projeções e múltiplas telas é uma constante na história das artes no século XX, sendo importante maior produção de debates históricos sobre o tema. Busca-se destacar, no artigo, uma variedade de práticas com essa forma de audiovisualidade, desde as primeiras experiências que visavam criar ambientes imersivos através do aumento da escala da tela (1900, 1929, etc), passando pelas experimentações com a intermidialidade nas décadas de 1950/1960 até chegar às múltiplas projeções com narrativas cinematográficas na década de 1990. Esse percurso visa fertilizar uma discussão sobre regimes de experiência nesse modo de projeção cinematográfica.

 

PALAVRAS-CHAVE

Projeção, tela, multiplicidade, audiovisuabilidade

Artigo publicado na Revista Movimento de agosto de 2016.

Fotografia: Polyekran (1995) de Josef Svoboda

polyekran_2web.jpg_itok=GiBgvQpa.jpg
albright-knox-1.jpg

MÚLTIPLOS ECRÃS: NARRATIVAS DE DESLOCAMENTO E VISUALIDADE HÁPTICA.

                                                            

                                                             Resumo

Objetiva-se contextualizar a produção de instalações cinematográficas com múltiplos ecrãs em relação ao recorrente interesse dessas por questões que envolvem lugares específicos, processos de deslocamento e interculturalidade. Articula-se, por meio dos referenciais teóricos e de comentários sobre instalações experienciadas pelo autor, relações recorrentemente estabelecidas entre as características formais dessas instalações com uma visualidade háptica e narrativas de deslocamento.

PALAVRAS-CHAVE

Cinema de museu, múltiplas projeções, arte contemporânea

Apresentado no Socine 2017 - João Pessoa

Fotografia: Western Union, Small Boats de Isaac Julien.

ALÉM DO ENTULHO NO CORREIO ELETRÔNICO: SOBRE O SPAM NA TOPOLOGIA DIGITAL

                                              

                                                             Resumo

O artigo visa dimensionar o spam, um recurso do marketing relacionado ao envio massivo de e-mails, na ecologia e cultura da rede. Irá se fazer isso trazendo diferentes definições para o que é spam e suas modalidades. Feito isso, irá se comentar sobre a abordagem de diferentes autores para o significado do spam na compreensão da economia, conforme essa funciona a partir da nossa atenção, afetos e algoritmos, abordando termos como capitalismo cognitivo e capitalismo cibernético desde uma perspectiva em torno da entropia na cibernética.

PALAVRAS-CHAVE

Spam; redes; materialidades.

Publlicado no Brazilian Journal of Technology, Communication, and Cognitive Science - Vol. 7, 2019.

Apresentado no Congresso Internacional de Comunicação e Consumo - São Paulo - 2018

spam.jpg
12805777_550557958445309_492492676580974

EXPERIÊNCIAS E FORMAS DE FILMES QUE, EM DELICADAS REPRESENTAÇÕES DA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE, DILUEM FRONTEIRAS DE GÊNEROS CINEMATOGRÁFICOS. 

                  

                                                             Resumo

A intenção do presente artigo é investigar uma tendência de filmes realizados a partir dos anos 2000, cujos realizadores se mostram despreocupados com certos antagonismos comuns aos gêneros documental e ficcional, e cuja despreocupação se reflete no processo e resultado final de seus trabalhos. Esses filmes possuem em comum o fato de trazerem representações da relação entre seres humanos e meio ambiente em localidades não urbanas, e de fazerem isso apostando numa sensorialidade e numa sensibilidade só possíveis como fruto de uma vivência entre personagens, realizadores e a natureza que os envolve. 

PALAVRAS-CHAVE

Cinema, documentário, ficção, meio ambiente

Apresentado no INTERCOM Nordeste - Mossoró - 2015

Fotografia: El Vuelco del Cangrejo, de Oscar Ruiz Navia.

CINEMA, TELEFONE E MOBILIDADE: ARQUEOLOGIA DAS MÍDIAS E PÓS-MIDIALIDADE EM PROCESSO DE CRIAÇÃO COM MÍDIA LOCATIVA E INSTALAÇÃO AUDIOVISUAL.

                                                                 Resumo

O presente artigo articula a fundamentação teórica com parte do processo de criação do trabalho Cinefagia Ciclofonática, que consistiu em um projeto de mídia locativa e instalação audiovisual pautado por um esforço de articular o espaço da cidade com uma arqueologia das relações entre o telefone e o cinema, expondo nuances da relação entre os setores da telecomunicação e problematizando as camadas de relacionabilidade entre as interfaces midiáticas no contexto de pós-midialidade. O projeto trabalhou com 25 ligações telefônicas retiradas de 17 filmes nacionais, em um total de 38 cenas. Essas cenas foram dispostas em uma instalação e geolocalizadas em 17 orelhões de Fortaleza, compondo um percurso que pode ser realizado individualmente ou através de uma visita cicloguiada oferecida pelo artista-pesquisador.

 

PALAVRAS-CHAVE

Telefone. Arqueologia das Mídias. Mídias Locativas.

Artigo apresentado no INTERCOM Nordeste - Caruaru - 2016

1114364_Crab_Trap_2.jpg
Militarly Uniformed Bodies use of Electr

REFLEXÕES EPISTEMOLÓGICAS SOBRE UMA EXPERIÊNCIA COM A METODOLOGIA ART-BASED RESEARCH: A PESQUISA ACADÊMICA COMO CRIAÇÃO ARTÍSTICA.

                                                                 Resumo

O reconhecimento da arte como uma produtora de conhecimento, dotada de força epistemológica, para além de estética, tem se desdobrado desde a segunda metade do século XX. Busca-se destacar, no presente artigo, como uma variedade de autores articulam relações entre pesquisa acadêmica e a metodologia art-based research, refletindo sobre suas implicações na forma que se compreende e se visualiza o conhecimento, com um destaque para como tal metodologia dialoga com o campo das Humanidades Digitais. Essa fundamentação teórica serve de base, portanto, para que o autor aporte às conclusões sobre como tal metodologia influencia seu próprio exercício artístico-acadêmico, a partir de autores como Burdick et. al (2012), Borgdoff (2011) e de reflexões em torno de sua própria atuação como artista-pesquisador

 

PALAVRAS-CHAVE

Arte. Epistemologia. Metodologia.

Artigo apresentado no XVII Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade de Fortaleza - 2016,