top of page
  • Foto do escritorRuy Cézar Campos

Participação I Simpósio Internacional Métis (FFLCH - USP)

Bastante agradecido pelo convite, participo do I Simpósio Internacional Métis (FFLCH - USP), no Encontro Transversal I – Arte e Antropoceno, com a fala Forças da terra, infraestruturas e práticas artísticas.


O simpósio, organizado no interior do Projeto Temático Fapesp Artes e semânticas da criação e da memória (Processo nº 2020/07886-8), busca promover o encontro entre profissionais de diferentes subcampos e tradições no interior da antropologia, bem como acolher pessoas de outras áreas do saber, cujas perspectivas contribuam para uma produção de conhecimento crítica e sensível aos diversos modos de criar e habitar mundos. Concebido a partir de quatro eixos principais que compõem o projeto temático– artes, ecologia, parentesco e política –, o I Simpósio Internacional Métis prevê duas Conferências e quatro Encontros Transversais (ET). Espera-se que cada apresentação explore, com base em exemplos etnográficos e análises teóricas, aspectos relacionados à ideia norteadora do Simpósio. Nesse sentido, é desejável o esforço de articulação entre pesquisas a princípio pertencentes a especialidades distintas, mas que possam iluminar-se mutuamente a partir de um entendimento expandido das noções de criação e memória. O caráter experimental do formato adotado, que a ideia de “encontros transversais” busca concretizar, visa não só cruzar, misturar e metamorfosear os eixos temáticos, mas também desdobrar novos interesses e perspectivas, em âmbito nacional e internacional, resultando em um evento que possa contribuir para ultrapassar fronteiras convencionais da produção de conhecimentos em antropologia.

O evento ocorrerá de forma presencial e será transmitido pelo canal Youtube da FFLCH.

 

Programa do evento (com os links para transmissão)



07/08 (quarta-feira)

 9h30 -12h30

Saudação de boas-vindas: Fernanda Arêas Peixoto (USP), Ana Claudia Marques (USP), Jorge Mattar Villela (UFSCar), Uirá Felippe Garcia (UNIFESP), Stelio Marras (USP)

Fernanda Arêas Peixoto (USP). Métis - Linhas de um projeto coletivo

Conferência: Natália Quiceno Toro (Universidad de Antioquia, Colômbia). Bordar el Atrato. Vidas ribereñas posibles en el Pacífico Colombiano

Link para transmissão: https://youtube.com/live/B6SoNzmq7g4

 

14h30 - 18h

Encontro Transversal I – Arte e Antropoceno

Como arte e antropologia podem dialogar, crítica e criativamente, no contexto atual de crise ecológica planetária? Frente à emergência climática contemporânea, qual o papel da memória nos processos de criação artística, visual, estética, literária, ficcional, imaginativa e etnográfica? Formas particulares de criar e fazer arte, etnografia e política na era do Antropoceno serão objetos de debate neste ET. 

♦  Júlia Vilaça Goyatá (UFMA). O jardim de Guyodo ou a arte dos escombros no Haiti contemporâneo

♦  Ruy Cezar Campos (UERJ). Forças da terra, infraestruturas e práticas artísticas

♦  Guto Nóbrega (UFRJ). Outras inteligências

Moderação: Uirá Felippe Garcia (UNIFESP)

Link para transmissão: https://youtube.com/live/XYDWFtIOrak

 


08/08 (quinta-feira)

9h30-12h30

Encontro Tranversal II – Gêneros da criação

O que as técnicas do bordado, a escrita (auto) biográfica, o preparo de alimentos e a reativação das relações de parentesco podem dizer das formas de se criar e fazer política? Como elas interpelam noções hegemônicas de masculino e feminino corporificadas em contextos particulares? As apresentações deste ET terão como foco a relação entre criação e gênero, buscando levar a dicotomia masculino e feminino para além dos antagonismos binários que estruturaram o pensamento ocidental.

♦   Lux Ferreira Lima (Unicamp). Em verdade, em verdade vos digo: transtornando regimes de visibilidade e representação

♦   Thaís Fernanda Salves de Brito (UFRB-Santo Amaro). Bembé do Mercado: costura e culinária como um ato de liberdade e política 

♦  Yara de Cássia Alves (UEMG). A artesania do ‘assuntar’: conhecimento e memória na criação dos filhos e do parentesco em comunidades quilombolas mineiras

Moderação: Ana Claudia Duarte Rocha Marques (USP)

Link para transmissão: https://youtube.com/live/lY9vai0MaaA

 

14h30 – 18h

Encontro Transversal III – Retomada, luta e memória

Este ET busca estabelecer um diálogo sobre os modos e meios de saber, fazer e cuidar mobilizados nas múltiplas lutas políticas, práticas emancipatórias e insurgências em defesa da vida que marcam o presente global. Como e em quais corpos e paisagens se articulam as dimensões criativas de cada um destes movimentos de resistência? Qual o lugar da memória na composição de futuros possíveis?

♦   Ana Carneiro (UFSB). Um “nós” perturbando fronteiras: entrelaces criativos e agenciamentos políticos da cozinha na luta em defesa da Resex Marinha de Canavieiras-BA

♦   Felipe Tuxá (UFBA). São as autodemarcações recusa? Imaginando o futuro junto à comunidade Tuxá do Rio São Francisco

♦   Rosinalda Correia (UFTO). Os quilombos na diáspora e o papel da Arqueologia: lutas históricas e desafios, uma escrita na primeira pessoa

Moderação: Jorge Mattar Villela (UFSCar)

Link para transmissão: https://youtube.com/live/VUmo3PwZ1m4

 


09/08 (sexta-feira)

 9h30-12h30

Encontro Transversal IV – Política, técnica e criação

Técnicas de reprodução animal, de pesca artesanal e de manejo da água podem iluminar modos criativos de fazer política? Se um certo discurso dominante sempre buscou separar técnica e política, tomando-as como categorias antitéticas, o objetivo deste ET, por outro lado, é fazer com que uma se deixe contaminar etnograficamente pela outra. As etnografias apresentadas possibilitam pensar agenciamentos técnicos e políticos, por exemplo, entre criadores de gado, pescadores artesanais e quilombolas. A partir de diferentes realidades sociais, como a técnica e a política contribuem para os processos de criação de mundos?

♦   Natacha Simei Leal (UNIVASF). Criação, água e parentesco: trajetórias e genealogias da família Negreiros no povoado de Lagoa de Fora, São Raimundo Nonato-PI.

♦   Gabriel Coutinho Barbosa (UFSC). Escolhas e inovações (cosmo)técnicas na pesca artesanal em Santa Catarina e Rio Grande do Norte: sobre a propulsão de jangadas e canoas

♦   Felipe Sussekind (PUC/ RJ). Rio dos Macacos: percursos históricos e socioambientais no Horto Florestal

Moderação: Stelio Marras (USP)

Link para transmissão: https://youtube.com/live/xsWDWEF4xaQ

 

14h30 - 18h

Conferência: Luísa Reis de Castro (Universidade do Sul da Califórnia). Uma (futura) ecologia da história: mosquitos modificados no Brasil e além


Link para transmissão: https://youtube.com/live/35KEi3ySTOQ

 

 

Comissão científica

Ana Claudia Duarte Rocha Marques (DA – USP)

Amanda Horta (DA – UFSCar)

Beatriz Judice Magalhães (IEB – USP)

Dé Leonel Soares (DA – USP)

Fernanda Arêas Peixoto (DA - USP)

Gabriel Guarino de Almeida (DA – USP)

Jorge Mattar Villela (DA – UFSCar)

Lucas Marques (DA – USP)

Rafael do Nascimento Cesar (DA – USP)

Renan Martins Pereira (DA – USP)

Stelio Marras (IEB – USP)

Uirá Felippe Garcia (DCS – UNIFESP)

Comissão organizadora

Ana Claudia Duarte Rocha Marques (DA – USP)

Amanda Horta (DA – UFSCar)

Beatriz Judice Magalhães (IEB – USP)

Dé Leonel Soares (DA – USP)

Fernanda Arêas Peixoto (DA – USP)

Joaquim Pereira de Almeida Neto (PPGAS – USP)

Lucas Marques (DA – USP)

Rafael do Nascimento Cesar (DA – USP)

Renan Martins Pereira (DA – USP)

 



Confira os resumos das conferências e das apresentações dos Encontros Transversais: Caderno de resumos - I SIM


0 comentário

コメント


bottom of page